Como montar um currículo – Currículo Pronto

Está em busca de um emprego? Neste artigo, vamos mostrar como montar um currículo para ser visualizado pelos recrutadores. Continue lendo para saber que informações devem ser levadas em consideração por quem está procurando emprego.

Importância de montar um bom currículo 

montar-um-curriculo

Tenha em mente que montar um bom currículo é fundamental para participar de processos seletivos e ser chamado para entrevista de emprego. Independente de qual for a vaga que você deseja conquistar, tudo começa pelo currículo. 


Outro ponto importante é que você deve manter seus dados atualizados. Não espere para fazer isso só quando encontrar um anúncio interessante. Muitas empresas pesquisam candidatos sem anunciar a vaga. 

Ter no VAGAS ou no Linkedin um currículo que contenha dados profissionais, informações de carreira, experiências de trabalho, habilidades e cursos aumenta as suas chances. Os dados atualizados farão também com que o currículo apareça na frente dos demais nos resultados das pesquisas.

Como montar um currículo 

Em primeiro lugar, lembre-se que o currículo online deve conter o máximo de informações sobre o candidato. Isso porque a análise inicial dos currículos online é feita por meio de um software, que não tem capacidade de interpretação. Ou seja, para ter o currículo visualizado, você precisa preencher o currículo apresentando habilidades, cursos e experiências com os termos corretos, da forma como são buscados pelos recrutadores.

Para acertar esses termos, uma dica é estudar detalhadamente o próprio anúncio da vaga. Se ele pede “experiência internacional”, não deixe de incluir essas palavras, ainda que o currículo já contenha algo como “vivência em países da Europa”.

Também leve em consideração o formato do currículo que você vai escrever. Para não ter erro, o formato cronológico inverso, aquele que apresenta as informações mais recentes primeiro, é o mais recomendado.

Dados pessoais no cabeçalho

Vale destacar que essas informações são essenciais para que você seja identificado pelo recrutador e também para que ele possa entrar em contato com você, se for o caso. 

Lembrando ainda que, no currículo, não há necessidade de incluir números de documentos, como muita gente ainda faz. 

Confira que informações você deve incluir no cabeçalho:

  • Nome completo (caso mais de um sobrenome, coloque apenas o último);
  • Nacionalidade, estado civil e idade;
  • Endereço, Cidade (Estado) e CEP;
  • Telefones (DDD+número), se possível colocar em ordem de “facilidade em te encontrar”;
  • E-mail pessoal (mas se for algo parecido com “[email protected]” sugiro criar uma nova conta próximo de “[email protected]”);
  • Link para site pessoal, portfólio ou perfil nas redes sociais.

Objetivo profissional

No campo objetivo profissional, indique o cargo que você quer ocupar e a área em que quer trabalhar. O ideal é que essa informação seja igual ao cargo anunciado na vaga. Isso irá aumentar as chances de o seu currículo ser selecionado na primeira triagem.

Busque ser direto e conciso: nível e área. Apesar de simples, você terá que garantir que todo o resto do currículo online esteja alinhado com este cargo. Alguns exemplos são “coordenador administrativo”, “jovem aprendiz”, “estagiário de marketing”. 

Caso você tenha foco em mais de uma área/nível será necessário fazer outro CV, uma vez que neste você irá destacar outras experiências e habilidades.

Resumo 

Esta parte é como um prefácio de um livro, ou seja, seu resumo profissional. Lembre-se de destacar, em um ou dois parágrafos, suas experiências, empresas ou setores em que trabalhou, formação acadêmica e habilidades extras.

  • Evite usar adjetivos. Não diga, por exemplo, que você é “proativo” e “confiável”. Os fatos apresentados no currículo é que devem demonstrar essas qualidades;
  • Tente responder às perguntas: “Por que a empresa deve contratar você e não o outro candidato? Quais são suas qualificações e experiências que irão agregar para a equipe?”.

Experiência profissional

Aqui você conta a história que mais interessa ao recrutador. A ideia é listar as suas experiências profissionais, começando pelas mais recentes e chegando às mais antigas. Em cada item, você deve descrever as atividades que exerceu e, sempre que possível, os resultados que alcançou.

Nome da empresa + breve descrição (segmento, porte, nacionalidade);

Cargo + data de início/fim + principais atividades e, se possível, alguns destaques/resultados.

Formação acadêmica

Indique qual é a sua formação, especialmente graduação e pós, se você tiver, e cursos técnicos ligados à sua área de interesse.

Nível (Técnico, Tecnólogo, Bacharelado etc) + nome do curso e da instituição de ensino + data de início/fim.

Cursos complementares

Entenda que os cursos que estejam ligados à sua área de interesse. Cursos desatualizados, que já não tenham utilidade, podem ser descartados.

  • Nome do curso e da instituição + carga horária total + data de início/fim (lembre-se: foque em seu objetivo profissional). Se, por exemplo, você quer ser Analista Comercial, deixe de lado aquela palestra sobre seu horóscopo ou o curso de culinária.

Competências e habilidades

Algumas informações complementares que não estão diretamente relacionadas aos campos anteriores podem chamar a atenção do recrutador. Caso você tenha disponibilidade para viagens, por exemplo, pode usar este espaço para dizer isso. Se é fluente em inglês e tem conhecimento básico de espanhol, também. Se conhece softwares específicos da sua área ou sabe tudo de Excel, coloque na sua lista de competências.. 

  • Liste seu conhecimento nas ferramentas usadas no dia a dia da carreira almejada (CRM, Excel avançado, Photoshop nível intermediário).
  • Inclua seu conhecimento de idiomas, sempre indicando o nível. Se possível o mais específico (A1, A2, B1, B2, C1 ou C2) ou, pelo menos, básico, intermediário, avançado ou fluente. 
  • Possíveis disponibilidades (de mudança, de viagens, de horário etc);
  • Caso sua área exija habilitação ou carro (e você possua), coloque esta informação;
  • Se você participa de algum grupo como conselho, instituição ou ONG, destaque sua contribuição para a sociedade.

Informações complementares

Você tem mais informações para contar mas elas não se encaixam em nenhum tópico acima? Este é o lugar para falar sobre elas. 

Ou seja, caso tenha hobbies, se já fez intercâmbio, participou de alguma palestra importante, coloque essas informações para o recrutador. Mas lembre-se de incluir apenas o que for relevante para o cargo que você quer ocupar ou a empresa em que você quer trabalhar. 

Como formatar um currículo corretamente?

Se você estiver utilizando um site de carreiras para preencher as suas informações online, não precisa se preocupar com a formatação do currículo. 

Mas para quem está usando o Word, por exemplo, precisa tomar alguns cuidados. São eles:

  • escolha uma fonte simples, fácil de ler, e utilize a mesma no documento inteiro;
  • utilize tamanho 12 ou 14;
  • separe os tópicos com espaço duplo e negrito nos títulos;
  • salve o documento em PDF para enviar por email (exceto se a recomendação for a de enviar em outro formato). 

Sites e apps para montar um currículo 

Confira agora algumas opções de sites que podem ajudar a formatar seu currículo de um jeito bem prático:.

Gostou das dicas? Ainda tem alguma dúvida? Deixe o seu comentário.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.